Vantagens de um Plano de Aula→Estratégias de Preparação de um plano de aula eficaz


Ora viva, ao longo das minhas aulas no Curso de Licenciatura em Psicologia Educacional na Universidade Pedagógica de Maputo, muita coisa aprendi sobre o Processo de Ensino e Aprendizagem (PEA), que veio também a complementar em grande medida a minha profissão como Professor. Decidi então neste artigo trazer umas dicas e estratégias de preparação de um plano de aula eficaz.

Um plano de aula é roteiro do professor daquilo que os alunos precisam de aprender e como isso será feito de forma eficaz durante o tempo de aula. Antes de planejar uma lição, o professor precisa identificar os objectivos de aprendizagem. Então, pode criar actividades adequadas de aprendizagem e desenvolver estratégias para obter feedback sobre a aprendizagem dos alunos. Uma lição de sucesso na minha óptica integra três componentes principais:

  • Objectivos para o aprendizado do aluno
  • Actividades de aprendizagem
  • Estratégias para verificar a compreensão do aluno

Especificando objectivos concretos para a aprendizagem do aluno irá ajudá-lo a determinar os tipos de actividades de ensino e aprendizagem que o professor vai usar em sala de aula, enquanto que as actividades irão definir como ele irá verificar os objectivos de aprendizagem.

Passos para a Preparação de um plano de aula

Abaixo estão os seis passos para guiá-lo quando o professor criar seus primeiros planos de aula. Cada etapa é acompanhada por um conjunto de perguntas destinadas a reflexão e ajudá-lo a projectar as actividades de ensino e aprendizagem.

1.Identificar os objectivos de aprendizagem

O primeiro passo é determinar o que o professor quer os alunos aprendam e sejam capazes de fazer no final da aula. Para ajudá-lo a especificar seus objectivos de aprendizagem do aluno, deve responder às seguintes perguntas:

  • Qual é o tema da lição?
  • O que eu quero que os alunos aprendam?
  • O que eu quero que eles compreendam e sejam capazes de fazer no final da aula?
  • O que eu quero para que eles considerem esta lição particular?

Depois de delinear os objectivos de aprendizagem deve classificá-los em termos de sua importância. Esta etapa irá prepará-lo para o gerenciamento de tempo de aula e realizar os objectivos de aprendizagem mais importantes no caso em que o professor esteja pressionado pelo tempo. Considere as seguintes perguntas:

  • Quais são os mais importantes conceitos, ideias ou habilidades que eu quero alunos sejam capazes de compreender e aplicar?
  • Por que eles são importantes?
  • Se o tempo não cobrir, quais os que não poderiam ser omitidos?
  • E, inversamente, quais os que eu poderia saltar se pressionado pelo tempo?

2.Desenvolver a introdução

Agora que o professor tem seus objectivos de aprendizagem em ordem de importância, projectar as actividades específicas que vai usar para levar os alunos a compreender e aplicar o que aprenderam.

Pode começar com uma pergunta ou actividade para medir o conhecimento do assunto ou, eventualmente, suas noções pré-concebidas sobre o assunto dos alunos.

Por exemplo, você pode considerar uma pesquisa simples: “Quantos de vocês já ouviu falar de X? Levante a mão se você já ouviu falar.” Esta informação adicional pode ajudar a moldar a sua introdução, actividades de aprendizagem, etc.

Desenvolver uma introdução criativa para o tópico para estimular o interesse e incentivar o pensamento. Você pode usar uma variedade de abordagens para envolver os alunos (por exemplo, anedota pessoal, evento histórico, o dilema intrigante, exemplo do mundo real, curto videoclipe, aplicação prática, pergunta de sondagem, etc.). Considere as seguintes perguntas ao planejar sua introdução:

  • Como vou verificar se os alunos sabem ou não sobre o assunto ou têm quaisquer noções preconcebidas sobre o assunto?
  • Quais são algumas ideias comummente aceites (ou possivelmente equívocos) sobre este tema que os alunos podem estar familiarizado?
  • O que vou fazer para introduzir o tema?

3.Planejar as actividades de aprendizagem específicas (desenvolvimento da aula)

Prepare várias maneiras de explicar o material (exemplos da vida real, analogias, visuais, etc.) para chamar a atenção de mais estudantes e apelar para diferentes estilos de aprendizagem.

Como o professor planeja seus exemplos e actividades, estimar quanto tempo você vai gastar em cada. Construir em tempo para explicação ou discussão alargada, mas também estar preparado para seguir em frente rapidamente para diferentes aplicações ou problemas, e identificar estratégias para verificar o entendimento. Estas perguntas irão ajudá-lo a projectar as actividades de aprendizagem que vai usar:

  • O que vou fazer para explicar o assunto?
  • O que vou fazer para ilustrar o tópico de uma maneira diferente?
  • Como posso envolver os alunos no tema?
  • Quais são alguns exemplos da vida real, analogias ou situações relevantes que podem ajudar os alunos a compreender o assunto?
  • O que os alunos precisam fazer para ajudá-los a compreender melhor o tópico?

4.Plano para verificar a compreensão (Domínio e Consolidação)

Agora que o professor já explicou o tópico e ilustrado com exemplos diferentes, precisa verificar o entendimento do aluno, como o professor vai saber que os alunos estão aprendendo? Deve pensar sobre questões específicas que pode pedir aos alunos, a fim de verificar a compreensão, anotá-las e, em seguida, parafraseando-as de modo que esteja preparado para fazer as perguntas de maneiras diferentes. Deve tentar prever as respostas às perguntas que irá gerar. Também deve decidir se quer os alunos a responder oralmente ou por escrito. Para ajudar a gerar algumas ideias e pode perguntar-se estas perguntas:

  • Que perguntas eu peço aos alunos para verificar o entendimento?
  • Voltando à minha lista de objectivos de aprendizagem, qual actividade que posso dar aos alunos para verificar se cada um desses foi realizado?

Uma estratégia importante que também irá ajudá-lo com a gestão do tempo é antecipar perguntas dos alunos. Quando planear a sua lição, deve decidir que tipos de perguntas será produtivo para discussão e que perguntas pode desviar a classe. Pensar e decidir sobre o equilíbrio entre realizar seus objectivos de aprendizagem e garantir que os alunos compreendam.

5.Desenvolver uma conclusão e uma pré-visualização

O professor dever resumir os pontos principais da lição. Pode fazer isso de várias maneiras: pode indicar os principais pontos a si mesmo (“Hoje nós falamos sobre …”), pode pedir a um aluno para ajudá-lo a resumi-los, ou até mesmo pedir a todos os alunos a escrever em um pedaço de papel o que eles acham que foram os pontos principais da lição.

Pode rever as respostas dos alunos para avaliar a sua compreensão do tema e, em seguida, explicar o que não ficou claro a turma. Concluir a aula não e só resumir os pontos principais, mas também, visualizando a próxima lição. Como o tópico se relaciona ao que está por vir? Esta pré-visualização irá estimular o interesse dos alunos e ajudá-los a conectar as diferentes ideias dentro de um contexto mais amplo.

6.Criar um cronograma realista

O professor sabe que é fácil ficar sem tempo e não cobrir todos os pontos que haviam planejado para cobrir. A lista de dez objectivos de aprendizagem não é realista, então deve afinar a sua lista para os dois ou três conceitos-chave, ideias ou habilidades que você quer que os alunos aprendam.

Os professores também concordam que muitas vezes precisam ajustar seu plano de aula durante a aula, dependendo do que os alunos precisam. Sua lista de objectivos de aprendizagem priorizadas irá ajudá-lo a tomar decisões sobre o local e ajustar seu plano de aula, conforme necessário. Tendo exemplos adicionais ou actividades alternativas também irá permitir que o professor seja flexível. Um cronograma realista vai reflectir a sua flexibilidade e prontidão para se adaptar ao ambiente específico em sala de aula.

Aqui estão algumas estratégias para a criação de um cronograma realista:

  • Estimar quanto tempo cada uma das actividades terá, em seguida, planejar algum tempo extra para cada.
  • Quando preparar seu plano de aula, ao lado de cada actividade indicar quanto tempo espera que leve.
  • Planificar alguns minutos no final da classe para responder a quaisquer perguntas restantes e para resumir os pontos-chave.
  • Deve ser flexível – estar pronto para ajustar seu plano de aula às necessidades dos alunos e se concentrar no que parece ser mais produtivo ao invés de “furar” a seu plano original

 

Ao apresentar o plano de aula

Deixando os alunos saberem o que estarão aprendendo e fazendo em sala de aula vai ajudar a mantê-los mais envolvidos e na trilha. Pode compartilhar seu plano de aula, escrevendo uma agenda breve no quadro ou dizer aos alunos explicitamente o que estará aprendendo e fazendo em sala de aula.

Fornecendo uma organização significativa do tempo de aula pode ajudar os alunos não só a lembrar melhor, mas também a acompanhar a sua apresentação e compreender a lógica por detrás das actividades em classe. Ter uma agenda claramente visível (por exemplo, no quadro) também vai ajudar o professor e os alunos a permanecer na “pista”.

Reflectindo sobre seu plano de aula

Um plano de aula pode não funcionar tão bem como o professor esperava devido a uma série de circunstâncias estranhas. Mas o professor não deve ficar desanimado – isso acontece até mesmo para os professores mais experientes!

Dedique alguns minutos depois de cada aula para reflectir sobre o que funcionou bem e porquê, e o que poderia ter feito diferente. Identificar organização de sucesso e menos bem-sucedida de tempo e actividades de classe tornaria mais fácil de se adaptar às contingências da sala de aula.

 Conclusão

Para ser eficaz, o plano de aula não tem que ser um documento exaustivo que descreva cada cenário possível de sala de aula. Nem tem de antecipar a resposta de cada aluno ou pergunta. Em vez disso, ele deve fornecer um esboço geral de suas metas de ensino, objectivos de aprendizagem, e meios para realizá-los. É um lembrete do que o professor quer fazer e como deseja fazê-lo.

Uma lição produtiva não é aquela em que tudo vai exactamente como planejado, mas uma em que os alunos e professor aprendem juntos.

Que tal gostou do artigo? Deixe seu comentário.

(Visited 27 times, 1 visits today)

Author: O Exame

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *